domingo, 29 de novembro de 2009

CONTO ECLIPSE PARTE V: O DIÁLOGO



"Lobo: Onde você está?
Vampira: Estou no seu rosto...
L: Você entendeu a minha pergunta.Parece distante...Eu te machuquei hoje?
V: Não exatamente...Estava pensando na sua abordagem...Será sempre assim?
L: Se não fosse daquele jeito,você não viria.
V: Acha mesmo,que uma faca no meu pescoço é uma ameaça?Olha pra mim,olha o que eu sou hoje!Um monstro...
L: Então não cedeu para salvar a própria 'vida'?
V: Estou aqui porque quero você!Nada mais além disso...Minha 'vida' não vale mais qualquer coisa.E minha morte não aliviaria minha dor!
L: Dor?
V: A dor do que somos hoje.Sempre desejei o amor,com todo o meu coração...Mas não imaginava que...Caramba!Não podíamos ser normais?Não podia me 'pegar' no serviço,passarmos num restaurante,e jantarmos?Rsrs...Eu nem como comida...E você não comeria só um prato,ou dois...
L: Rsrs...Imagine nós dois num restaurante:'Por favor garçon,traga pra mim um boi vivo,e pra ela umas bolsas de sangue...Aceita Visa?'
V: Rsrs...Se não fosse sinistro,seria cômico!
L & V: (Silêncio)
V: Se fôssemos 'normais',você poderia me ligar durante a semana,e marcarmos um cineminha,um filme legal pra assistir,depois qualquer coisa para passarmos a noite juntos,sem ameaças,sem medo de ferir...Eu...Poderia ver o nascer do sol contigo.Mas,nessa hora,jamais estarei contigo!
L: Por que aceitou isso?Você ainda podia ser humana...
V: E jamais te tocaria denovo!Eu ainda seria humana,até você me matar.
L: (Silêncio)
V: Por que você não é completamente humano?Quem fez isso com você?
L: Eu nasci assim,não foi uma escolha minha.Uma noite de lua cheia,sem que eu esperasse nada,aconteceu...E infelizmente,você já tinha aparecido na minha vida.
V:Infelizmente?
L: Sim.Se fosse antes de você aparecer,eu teria evitado qualquer contato com você.
L & V: (Silêncio)
V: Como conseguiu me achar naquele lugar?
L: Pelo seu cheiro...Eu ainda era lobo quando te procurava.
V: Eu ainda tenho cheiro?
L: É assim...Toda vez que sinto o cheiro humano,que é o mesmo que o seu,o cheiro passa pelo focinho,enquanto que as batidas do coração pelos ouvidos...Toda vez que sinto cheiro humano,sem batidas,é você!
V: Quando está 'humano',como agora,sente o mesmo cheiro?
L: Não.Sinto cheiro de perfume,ou suor,ou qualquer coisa que eu também tenha.
V: Comigo é diferente.Quando você é lobo,eu sinto seu cheiro humano muito mais forte.Cheiro de tudo o que é humano.Agora eu sinto todo o seu cheiro,eu ouço todo o som que vem de você.Qualquer pequeno movimento muscular.Eu sei que está ansioso pelas batidas do seu coração...Acho que já decorei.
L: Estou ansioso agora?
V: Não.Parece tudo tranquilo aí dentro...
L: Falta pouco tempo pro dia amanhecer.Acho que vai me ver ansioso,ou me ouvir!
V: Falta mesmo,nem tinha notado.
L: Precisa mesmo 'fugir'?Se eu fechar as janelas,até com cortinas,você não pode ficar?
V: O calor do sol vai passar por aqui,e isso não podemos evitar.Tenho medo de derreter!Rsrs...
L: Te vejo derreter sempre,e sempre sem sol...
V: Como assim?
L: Nos meus braços!Sempre que te aperto,tenho impressão de que vai derreter.
V: Eu não imaginava que eu ficava assim tão...Rsrs...Tão boba,tão vulnerável.
L: Na verdade,você é 'osso duro de roer'.E,por mais que queira parecer mesmo durona,acho que é mais mole do que imagina.Atrás dessa pele fria,há tanto calor.Atrás do monstro,há uma 'bonequinha' sonhadora,com medo de monstros que ela cria!
V: Você é um monstro que existe!
L: Mas você não tem medo de mim.
V: Não...Acho que não!Acho que tenho medo de mim,quando estou com você.E acho que tenho medo de mim quando não estou com você.
L: Rsrs...O que fizeram com você?É possível viver com tanto medo?
V: É por isso que já morri!
L & V: (Silêncio)
V: Olha sua mão!Quando não é uma pata,é tão bonita!
L: Não gosta de me ver como lobo?
V: Hummm,não deixa de ser diferente,interessante...Deixa uma beleza para ser dominado por outra...Ainda parece humano,mas...Digamos que com mais inocência,e maior instinto.Seu tamanho te defende,e quando é humano,seus hábitos te defendem...Te contrataria para gravar grandes filmes em Hollywood,mas,quem o vê como lobo é a mulher que o quer...E não um diretor!Confesso que ainda me assusta.
L: E eu não gosto de saber que é uma vampira,principalmente agora que faltam poucos minutos para o nascer do sol.Não gosto mais do sol,e nem saio mais ao dia por causa disso.Por causa dele,às vezes são doze horas sem poder te procurar,sem sentir seu cheiro...
V: Acha que é muito tempo?
L: Não é isso,não gosto de grudar em ninguém.É só que,enquanto ele atravessa o céu,eu fico imaginando se você conseguiu fugir mesmo dele,se ele não te derreteu...Fico pensando que toda vez que te vi da última vez pode ter sido a última definitivamente.
V: ...É,corremos esse risco...Eu preciso ir...
L: Maldito seja!
V: Não fale assim dele...Ele é lindo,mesmo que me leve a 'vida' um dia...E mais,ele é natural,eu não.
L: Eu juro que vou procurar o vampiro que fez isso com você!
V: E eu juro que não vai encontrá-lo!
L: Por que o defende?Você o ama?
V: Não da maneira que imagina,mas amo sim...
L & V: (Silêncio)
V: Preciso ir...Até...Até outro dia.Se assim você quiser.
L: Você não quer?
V: Eu quero sempre!Não posso falar por você...
L: Então deixe que eu fale por mim...Eu te procuro!
L & V: (Silêncio)
V: Como é horrível pra mim ter que sair daqui...
L: Fique.Fique e vê no que dá!
V: Fico,e corro o risco de ter sido a última vez.Tchau.
L: Nenhum beijo?
V: Jamais darei o último beijo em você.Tchau!Tchau..."


Rsrs...É engraçado,quando você cria personagens,o diálogo é um desenrolar natural né?Mas quando eles existem,é foda!
Não dá pra falar pelo outro...Toda resposta ou pergunta dele é minha!Rsrs...Quando você escreve um livro,você entende muitas coisas que você costumava criticar num autor,num livro dele...
Todos os personagens são o autor...Todos os sentimentos são do autor,toda ação e reação,enfim...
Como eu "criei" este conto,eu poderia dizer o que eu quisesse que aparecesse na minha cabeça,mas,me vêm à memória a imagem do ser humano que existe mesmo,e não dá pra inventar,entende?Sei lá,eu poderia escrever:"Eu amo você",ou coisas do tipo,mas é tão estranho...Rsrs...É como se eu traísse a realidade,e eu não gosto disso!Só posso falar por mim,só posso falar pelos meus sentimentos...O que escrevi acima pode não ter nada a ver com o que ele diria,ou faria,mas acho que também não o compromete...
Hummm,mas acho que ficou legal!
Tô ouvindo "In Visible Light",do Lacuna Coil,acho que escreve assim...Coincidentemente a letra combina com o conto...Rsrs
Espero que tenham gostado,e se não gostaram,não vai adiantar reclamar,pois só publico o que satisfaz primeiro à mim!

SOBRE MINHA MÃE...



Tem gente que acha que eu odeio a minha mãe...
Eu não tiro a razão dessas pessoas,porque muita gente,acabou acompanhando minha "revolta" ao vivo,no momento da revolta,no mesmo instante,e eu sei que disse e escrevi coisas sobre ela que parecem atrocidades...
As coisas que eu já disse pra ela foram muito mais fortes,eu garanto!
...É assim...Apesar de eu ter dito um monte de "verdades",a maneira como eu disse poderia ter sido outra...
Se eu estava com a razão?Pode até ser,mas quando você cospe um monte de verdades na cara de alguém,no momento da raiva,você até acaba se arrependendo depois...
Tipo...Se por um lado ela não foi a melhor mãe do mundo,eu também não fui a melhor filha...
Esse ano,no dia das mães,eu não tinha dinheiro,então só podia usar minha criatividade...(Quantas vezes dei presente por dar,só porque ela era minha mãe,e nem foi de coração...)
Coloquei numa folha de sulfite,minhas mãos com guache,como na época da pré-escola...
Escrevi umas verdades sinceras,de coração e não com raiva,e ela amou...
Rsrs...Nada é por acaso...
Me julgam e atiram pedra em mim porque já falei mal da minha própria mãe...
E falar da mãe nesse país,já viu né...
Como se as mães fossem santas,e não seres humanos...
Como se pra fazer a gente elas tivesse orado,e não aberto as pernas por livre e espontânea vontade...
Eu era "bitolada",como a maioria...
Era Deus no céu,e minha mãe na Terra...Ai daquele que falasse dela...
Eu costumava dizer que ela era a coisa mais importante da minha vida...Rsrs...Deve ter sido por isso a revolta...Fui muito extrema,quando acordei,me revoltei...
Acordei,e uso esse termo,porque passei à enxergá-la como mulher,como pessoa,como ser humano...
Acerta algumas vezes,erra outras...Assim como eu,assim como todo mundo...
A revolta foi por tanta opressão,por ter sido tão mandona,e eu ter sido tão idiota!
Mãe,é igual mulher de malandro:Elas preferem os filhos que respondem,que não estão nem aí para elas,acreditem...
E eu,quase toda a minha vida,queria ser a melhor filha do mundo,e fazia tudo para agradá-la,mesmo que desagradasse à mim...
Em 2005,quando fiquei desempregada e comecei a ficar doente,aí vi que minha mãe era uma realidade bem distante da minha imaginação...
Ela era perfeita pra mim,e meu mundo desabou quando percebi que eu só tinha valor pra ela quando ela podia dizer pra todo mundo:"Ah,a Michele?Está trabalhando,não tem tempo pra nada...É muito esforçada,você não vê ela parada..."
Rsrs...Ironicamente,fiquei "assim" pra acabar com a vaidade ridícula dela...
Eu mudei muito,é claro que não mato e morro por ela,e claro que hoje a pessoa mais importante da minha vida sou eu...
Ela também mudou muito,tenho que reconhecer,mas ainda teima na vaidade...
O que é engraçado,é que os pais mal fizeram o ensino fundamental,e praticamente exige que você seja doutor...
Porra,largou tudo na adolescência pra fazer o que quisesse da vida,e hoje quer dar lição de moral...
A minha mãe mesmo,não tem moral pra exigir nada de mim,nem dos meus irmãos...Acho que ela tem filhos excelentes em casa,sem que ela precisasse ensinar nada sobre a vida...
É que também ela é mais flexível,talvez por ser nova ainda...Ela não é de pegar no pé,nem exigir nada...
Por outro lado,não nos ensinou nada...
Pra mim,isso foi bom e ruim...
Bom porque ela deixou nós soltos,pra aprender com a vida...Ruim porque apannhei pra aprender coisas que eu não sabia viu...Rsrs
Uma coisa eu admiro nela:Ela foi viúva com 30 anos,e com quatro filhos para criar...
Eu,no lugar dela,não sei se teria êxito...
Admiro minha mãe em muitas outras coisas também...Ela é mais forte do que se subestima...Ela é corajosa,apesar de se achar medrosa...
Gente,eu falo essas coisas pra ela,mas ela não coloca na cabeça e segue em frente...
Espiritualmente,eu tenho certeza que ela é mais nova que os filhos...Às vezes eu a olho tão ingênua...
Eu sei também que ela aprendeu muito mais com a gente do que a gente com ela...
Hoje,sem arrogância,na humildade mesmo,eu sei que ela também está num processo de vida,assim como eu...
Sei que tem dificuldades,sei que errou tentando acertar,sei que quer aprender muito...
Além disso,como tenho plena consciência de minha responsabilidade com a minha vida,eu nem tenho o direito de culpá-la por nada...
Era um bebê mental,quando teve seus bebês,que somos nós...
Está crescendo conosco...
Não sei se a amo...Eu não costumo mentir pra mim,então prefiro não definir isso...
Eu a respeito,como ser humano,que pra mim é muito mais importante do que mãe...
Pra mim,qualquer ser humano é interessante,e deveria escrever um livro da própria vida...Acho que todos iam vender bem...

O FIM DO MUNDO!



Já perceberam como o Diabo tem nome?
Diabo,Capeta,Demônio,Satanás,Lúcifer,e mais uma lista aí,segundo a Igreja...
E segundo muita gente,cada nome é um "cargo"...
São cargos de poderes,de superioridade de um para o outro...
E já aconteceu de me corrigirem,tipo:"Não,não é o Diabo,é o Tal que faz essas coisas"...
Rsrs...Onde vamos parar com tanta alegoria hein?
Eu,que sempre acreditei que o carnaval fosse em fevereiro...
Tem uma penca de gente falando que em 2012 a desgracera definitiva vai começar...
Eu não sei,eu não sei...
Não consigo sentir a chegada desses acontecimentos,nem o desenrolar...
Pra mim,há tanto tempo acontece coisas que seriam um possível início de fim de mundo,e até hoje nada...
Não sinto e não acredito...Claro,o que não significa que não vá acontecer...
É calendário Maia,é o Diabo que o povo ainda acredita,é a vida após a morte que muita gente ainda duvida,é a "profecia",é a Bíblia...
Dentro de mim,só de mim,há um universo de loucuras...
Imaginem um monte de gente louca...
Eu não acredito no povo,não...
Well,se o mundo for acabar em 2012,vou morrer com trinta anos...Tão nova!
Se o Diabo existe,ele dá de dez à zero em Deus...
E se a vida após a morte não existe,o que estou esperando pra me matar?Certo?
Não que eu queira morrer,neste exato momento não,às vezes dá uma vontadezinha,mas só quando algo foge dos meus planos...Rsrs
Será que existe um Mal com inteligência?Pra mim,a maldade,qualquer que seja,inclusive as minhas,é uma burrice...
Não acho que tenha alguma inteligência por trás...
E que raio de Deus é esse,que o mundo está uma "bosta",e Ele mesmo desiste de tudo?
Vocês me desculpem,mas o meu Deus é mais esperto...Esse Deus "perdedor" pra mim tá mais frouxo que eu...Não tem cabimento...
Meu Deus,segundo o que pra mim seria provável,um Deus com algum discernimento,o mundo precisa mesmo de uma faxina,mas não da maneira que estão pintando...
Primeiro lugar:Como posso acreditar num livro que nem sei qual é mesmo o autor?A Igreja diz que são aqueles que "assinaram",e quem disse que acredito na Igreja?
Well,se a fonte não é idônea,minha crença também não é...
Eu acredito no que eu escrevo,e mesmo assim quem lê o que escrevo tem todo o direito de duvidar de minha autoria...Vai que eu copiei...
Por que os seres humanos não pensam o mesmo sobre a Bíblia?
Esses dias de reforma,a gente estava até zoando com o fato de Jesus ter carregado uma cruz de apenas 60kg,enquanto que eu e minha irmã carregamos caixas de guarda-roupas,beeeeeeeeeeeeem mais pesadas...Tipo...Rsrs...Sabe?QUEM ACREDITA NESSES CONTOS DE FADAS?
E outra coisa,que Jesus é esse,que segundo a Bíblia,diz o tempo todo que é filho de Deus...Caramba,não bastava que ele soubesse disso?Por que arrogância quando o espírito dele é mais puro que o de todos nós juntos?
Por que ressucitar Lázaro,na frente de todos?Só para provar sua Magnitude?E não bastava que Deus e ele soubesse disso?
Tradução:Jesus era preocupado com o que os outros pensavam à seu respeito!
É claro gente,que estou falando do Jesus da Bíblia,da Religião,não do Jesus que pra mim é de fato um espírito superior...
Sim,porque as atitudes desse Jesus aí não tem nada de superior,é bem parecida com as nossas...
É como já disse...Eu não duvido da Sua existência...Só duvido de um Jesus Superior tão limitado...Não tem sentido!
E,segundo a Bíblia,quando o Diabo vai tentá-lo,e diz pra ele:"Nada do que você fizer vai salvar esse povo!",pergunto à vocês...O DIABO NÃO ESTAVA CERTO???
Ah gente,mais de dois mil anos,e povo está na mesma...Vamos combinar...
É claro que a tecnologia,tudo o que é moderno,nos prova um grau de evolução na humanidade,de pessoas que ousaram de algum modo,se arriscaram,fugiram dos padrões,e hoje são chamados de deuses por suas criações...
Mas,caramba,conheço gente que não sabe se Madonna é homem ou mulher!!!Acreditem se quiser...
Metallica é rock?Ouvi esses dias...E por aí vai...
Se o mundo for mesmo acabar,esse povo não vai nem sentir...Sorte ou azar deles,não sei...
Deixa eu me encostar por agora,bye.

PAI...



Ontem(26/11) eu estava deitada na minha cama,e me veio à memória as vezes que eu ia pra escola de moto com o meu pai...
Rsrs...Era sempre que eu saia atrasada,e ele de quebra atrasado pro trampo...
Aí minha mãe ia me arrumar(eu estava na primeira/segunda série do ensino fundamental,claro...),enquanto meu pai ia tomar banho...
Ele abria o portão da casa do visinho que alugara o espaço pra moto dele,tirava a moto,subia,e pedia pra eu trancar o cadeado...
Rsrs...Eu tô lembrando disso,mas é uma lembrança tão distante,principalmente da minha realidade,que nem parece que aconteceu comigo...Não parece que eu já tive pai nessa vida!
Eu subia na moto,rsrs...Com alguma dificuldade,e abraçava aquele bucho enorme do meu pai...E prendia as mãozinhas na jaqueta de couro...Eu adorava o cheiro da jaqueta dele,e do capacete...Eu colocava o capacete pra sentir o cheiro do cabelo dele...Ou talvez pra me sentir um pouco mais próxima...
Quando a gente chegava no portão de entrada do João Camargo,estava fechado,e meu pai ia até a diretoria,falava com a diretora,e eu entrava correndo,pra pegar minha fila antes de ir pra sala!
Eu lembro que(não sei porque lembrar disso está me emocionando...) uma vez,entre várias,nós dois fomos a pé...Não sei o que tinha acontecido com a moto...
E ele dizia:"Bate as mãos assim Michele,que você anda mais rápido"...Hoje,por mais que eu corra de tanta pressa,eu esqueço de bater os bracinhos pra andar mais rápido...
A minha mãe comprou,há poucas semanas,o cd Xuxa 5,que tem "Lua De Cristal"...E esse foi o disco que meu pai me deu de natal,no ano de 1989?Não lembro...
Era o que eu mais queria ganhar,e ele me deu o disco...O paradeiro do disco?Eu quebrei na adolescência porque curtia rock...Eu tinha que provar o quão "true" eu era,entende?Rsrs...Se arrependimento matasse...Quem me lembrou desse episódio foi minha irmã Caroline..."Você queria dar uma de revoltada e quebrou o disco da Xuxa!"...Rsrs,acho que sozinha não lembraria disso...
Aí,comentei esses tempos do disco com minha mãe,e ela acabou encontrando o cd bem barato...
Eu confesso que é estranho ouvir essas músicas,depois de tantos anos,depois de tudo o que acontece na nossa vida né?
Eu não prestava atenção nas letras,como presto hoje...
Isso acaba que perdendo o encanto que tinha antes,acho...
Mas,voltando ao meu pai...Eu adorava andar de moto com ele...Nasci andando numa moto,praticamente...Aquele motor queimando nas pernas...E o bucho grande do meu pai...
"Quando eu virar a esquerda,você deita pra esquerda,entendeu?"
Eu não posso dizer que eu sinto falta de um pai,do tipo que se dá presente de dia dos pais,porque mal tive um...
Não porque vivi pouco mais de nove anos com ele...Mas,porque ele não era muito presente nas nossas vidas...
Era bem de vez em nunca que eu chamava "pai" pra alguma coisa...E a primeira coisa que me ocorreu quando ele morreu foi que eu nunca mais chamaria "pai" denovo...
"Pai"...
Acho que meus amigos já sabem que,assim que ele morreu,eu me revoltei contra ele,pelas coisas que tinha acontecido entre ele e minha mãe...
Eu dizia pra todo mundo que eu nunca tinha tido um pai...
Depois de nove anos de sua morte,eu fui lá na cova dele pedir perdão,sabendo que ele não estava lá,mas fui...Porque já tinha dado meus tropeços na vida,e crescido um pouco...Eram meus dezoito anos...
Só que depois disso,ele se "encostou" em mim,e eu nele...
À ponto de precisar de orações fortes,e muito esquecimento pra ele me deixar,e eu conseguir desgrudar dele...
Eu usava o perfume que ele usava,só queria ouvir as músicas que ele ouvia,e,óbvio,queria ir embora com ele...
Me "livrei" em 2005,depois dos meus 23 anos...
Apesar de não amá-lo,eu torço muito para que ele encontre a Luz,que ele siga sua vida da maneira que tem que ser hoje...
Não sei onde ele está,só espero que não esteja ainda nesta casa,como nos últimos dezesseis anos...
Por mais que ele queira o nosso bem,não faz bem nenhum estar do nosso lado...
Alguma coisa no meu peito diz que ele não está mais aqui...E confio na voz do meu coração!
Que ele esteja com a luz,seja lá onde for...
(Nuossa,escrevendo assim,fico até doce não?!Rsrs...)

domingo, 22 de novembro de 2009

DICA AOS HOMENS



Uma coisa eu tenho que confessar:Não há uma regra,ou uma lista de regras de como conquistar uma mulher...
Isso porque,o que você fizer para uma,outra pode não gostar,não aprovar,e vice-versa.
"Ah,mas as mulheres gostam disso!",como se esse "isso fosse para todas...
Eu penso o seguinte:As mulheres,assim como os homens,são pessoas!Pessoas gostam de respeito.Independente da pessoa,elas querem respeito,certo?
Sabe por que eu sei que não existe "regras",nem para conquistar à mim,nem à ninguém?Porque você pode ter e ser tudo o que eu desejo encontrar num homem,e ainda assim,não me conquistar!
Acho que algo parecido já aconteceu com muita gente,não?
As pessoas costumam "cismar" com um tipo de pesso,e se não for daquele jeito,tanto aparente como em personalidade,ela nem se permite olhar,se interessar.Eu já fiz isso,e já vi muita gente recusar determinada pessoa,por não fazer "o tipo"!
Uma coisa eu tenho certeza:Para o amor não há regras...Nenhuma!
Mas,se você homem aceita uma "dica" para dar um "up" na sua conquista,eu posso dizer,com toda convicção pois convivo com muitas mulheres,muitas amigas,e sou mulher...Afirmo que o que "amolece" uma mulher,em unânime,é quando a mulher sente que o cara a deseja de verdade...É claro que eu vou explicar,porque eu sei que para vocês homens tem que desenhar tudo...
É assim:Se você quer ficar com uma mina,porque para você ela é uma "iguaria",em um só aspecto,ou em vários,ou em todos,você pode até conseguir...Mas,além de não ter muito gosto,ela pode ter ficado com você por milhões de motivos,que não seja necessariamente o "querer" você!Então,pode ser que a ficada não dure,pode ser que dure muito,ou a "eternidade",mas se não há o verdadeiro querer,o tempo vai acabar desvendando,porque imagem não sustenta relação alguma(Imagem física,mental,e até espiritual...)!
Por outro lado,seja você quem for,de onde tenha vindo,com as idéias que tem,com os sonhos,com o físico e estilo...Tenha certeza:Se você deseja uma mulher,com toda a sua alma,com todas as suas forças,além de conquistar o coração dela,vai valer à pena!Juntos vão somar,juntos vão ser "um"...Rsrs.
Não basta dizer à mulher que a quer,e acreditem,muitos fazem isso...
A mulher PRECISA se sentir desejada.
Não vai ser milhões de telefonemas num dia só,nem flores,nem bombons,nem declarações em público,nem sapatos e bolsas,nem o melhor motel e a melhor foda,nem um jantar à luz de velas...Se você fez tudo isso,e não a deseja de coração,ela ficará contigo tentando enganar a si própria,ou porque te considera um cara diferente...Mas,se você deseja devorá-la,e ela sentir isso,você vai conseguir comê-la até num terreno baldio,no meio da rua,num necrotério,acreditem homens,o desejo sim move montanhas...Rsrs.
Eu costumo dizer que eu "sinto" quando um homem me deseja meeeeeeeeesssssmo...E,de toda a minha vida,foram só dois...Por mais que eles neguem até a morte,o meu coração não me engana...E eu passei a desejá-los por sentir isso...
Os que apenas me queriam,por sei lá qual motivo,NÃO me "conseguiram"...Nem ao meu coração,nem a nada.
O desejo precisa ser recíproco...E mais,não é apenas desejo carnal...Também não é só um desejo psicológico...Nem emocional...
É uma...Força!Uma força firme de que com "aquela" pessoa...Sei lá,enfim..."Aquela pessoa"...E,claro,muitas vezes não é amor...É só afinidade energética...Espíritos afins...Acaba passando todo o desejo para o corpo,e você quer engolir a pessoa...Não tem a ver com possessividade...Não é nem mesquinho...É só para satisfazer a alma,só isso!
Rsrs...Algumas coisas peculiares dos homens,na hora da conquista,são um verdadeiro mico né?Mas o cara só "paga mico",quando ele força a ele mesmo,porque quando deseja a mulher,ele é espontâneo...
Alguns olhares que a gente já conhece de cór...Atitudes físicas,que dá vontade de falar:"Maluco...Cê tá maluco?",rsrs...
Detesto perceber que o cara tá forçando uma personalidade que não é dele...Ou tenta ser gentil demais,ou mete muita mala,ou fica quieto demais,ou fala demais...Enfim,qualquer coisa que eu saiba que não é da natureza dele,fica desproporcional...
Em primeiríssimo lugar,no meu caso,claro,porque sei que é o único,o cara pode ser o homem que eu mais quero no mundo,se eu sinto que ele não me quer,e tá ali sei lá porque,eu não fico...
Ou eu sinto que ele me quer,aqui no meu peito,ou bye,bye...
Nooooooooo,o cara pode fazer o discurso,falar milhões de coisas que eu adoro ouvir,ser um psicólogo pra mim,se mostrar super amigo...Mas,eu preciso sentir que ele está gostando de estar ali...Isso basta...
Quanto ao desejo...Não precisa de palavras,nem expressão alguma...O foda é quando você deseja alguém que não quer nada contigo...Rsrs.
NÃO VOU MAIS FALAR SOBRE ISSO!!!

CONTO ECLIPSE PARTE IV: O INÍCIO



"...Eu sabia,eu sabia.
Jamais ficaríamos juntos.
Ele não era humano...Quero dizer,não era bem "humano"!
Ele podia me matar.Mesmo com todo seu amor,ele podia me matar!
Eu já tinha decidido.
Nada mais importava.Nada mais me restava.
Ele não sabia que eu desistira.Ele nem desconfiava que jamais veria meu rosto novamente.
Não vou negar...Eu tremia de medo.Meu coração parecia triste.
Eu não sabia nadar,e acredito que não aprenderia naquele momento.
Fechei meus olhos.Primeiro um pé.Depois outro.
A água parecia querer me expulsar.Me empurrava,e quase caí para trás.
Olhei para o céu,e o globo prata brilhava...Pra mim!
A água já estava na altura dos meus joelhos.
O uivo do lobo era a última lembrança do humano que eu amava.
E o grito humano,que dizia:"Vá embora",era a última lembrança do lobo,que se transformara.
Agora só me restava o silêncio dessa distância.A distância de nossas possibilidades.A distância de vivermos e compartilharmos os nossos sentimentos.
Antes que eu fechasse os olhos,e continuasse a caminhar,rumo à despedida,vi uma sombra passar rapidamente às minhas costas.
Mais por hábito mental,do que por interesse ou medo,olhei para trás.
Não havia nada,além de areia,asfalto,um ou outro carro,postes iluminando as ruas...
Quando olhei tudo isso,e parei para pensar sobre minha decisão,eu ainda era humana.
Eu podia ter desistido,eu podia ter escolhido.
Mas,mas...A lembrança do doce semblante metamorfoseando à lobo,à uma verdadeira besta,ainda me assustava.
Era o homem da minha vida,que agora estava dentro daquele corpo mostruoso,e que não podia controlar o próprio instinto.
Chorar eu já não podia mais,talvez tivesse secado a quota de água do meu corpo.
Olhei para o chão e só via água.Senti vontade de me largar ali,e esperar que o mar me levasse embora.
Mas,ao menos nessa hora,eu tinha de ser forte.
Àdeus vida,àdeus Terra,àdeus lua,àdeus mar,até nunca mais lobo-humano,até nunca mais meu amor...
Olhei para a frente,e não que eu tivesse me assustado,mas "aquilo" não estava nos meus planos.
Um homem alto,bem alto,branco,vestindo apenas uma calça preta,exibia os braços cobertos por tatuagens.
Seus cabelos negros voavam,hora escondendo a face,hora revelando um belo homem.
Estava à menos de um metro de distância,mas seus olhos negros parecia penetrar o mais profundo do meu ser.
Eu sabia que ele era qualquer coisa,menos humano.
Sua beleza conseguiu superar a do mar,e quase conseguiu me desviar do foco.
Olhei para o céu,e como se eu falasse com alguém lá de "cima",pensei:"O que é isso?Um anjo?"
"Pode me chamar assim,se quiser...",ouvi de sua voz como resposta.A voz que eu jamais esqueceria.
Era tentadoramente atraente,ele não podia ser um anjo.
Se leu meu pensamento anterior,lia meus pensamentos agora.
"Dá pra fazer o favor de sair da minha frente?",disse a ele,demonstrando um cansaço e indisposição completa na voz.
Ele olhou para trás,depois olhou para o mar,e olhou novamente para mim."Covarde!"
O que ele queria?Arrumar encrenca comigo?Eu pensava...Encantadoramente inconveniente.
"Você não tem capacidade para tirar a própria vida..."
Esse "cara" estava me desafiando,me irritando,ou blefando?
"Foda-se",lancei em pensamento,e eu sabia que ele podia ouvir.
Meus pés não estavam atolados na areia,mas eu não conseguia me mover.Ainda tentei puxar a perna direita com as duas mãos,mas ela não vinha.
Fuzilei o "bonitão" com os olhos e com pensamentos.
Ele era a causa.Ele sabia que eu sabia disso.
E naquele sorriso cheio de sarcasmo,exibia os dentes brancos,e uma feição até simpática.
"Tenho uma proposta melhor pra você..."
"Eu não quero saber!" Gritei:"Me deixa em paz...Veio do inferno?"
Ainda tentava sem êxito tirar minhas pernas de onde estavam paralisadas,mas não conseguia me mover.
"Teimosa".
Já tinha perdido até a vontade de morrer,agora eu queria ganhar dessa assombração.
"Teimosa,teimosa"...
Me joguei para trás e caí.Isso ele permitiu.Fiquei deitada na areia,olhando o céu estrelado,e sentindo as ondas quebrar no meu corpo.
"Filho da puta",eu pensava.
Ele estendeu um braço tatuado para me erguer.
"Segura logo meu braço,tinhosa!".
Já tinha percebido que competir com ele só faria eu perder.
Que proposta era essa que ele tinha para mim?Resolvi ceder.
Segurei o braço forte para me levantar,e à medida que me apoiava,sentia os pêlos do meu corpo eriçando.
O braço era frio e duro feito metal.Parecia tão forte quanto ferro."Teria vindo de Marte?",pensei.
Quando consegui ficar completamente em pé,senti o vento jogar seus longos cabelos negros no meu rosto.E o seu rosto estava bem acima do meu.
"Não quer mais viver?",ele me perguntava...
"Não quer mais sentir o calor?"Apenas assenti.
Ele,segurando meu braço,olhou para o chão de água salgada em nossos pés,e assoprou.
Toda a onda em nós,ao nosso redor, virou gêlo.
"Não quer mais pisar no chão?" Eu não podia responder,tamanha a perplexidade que eu me encontrava,por conta do gêlo.
Ele passou o braço esquerdo ao redor da minha cintura e me puxou para cima,deixando meus pés no ar.
"Não quer mais sentir o coração bater,pobre humana?" Ele tocava o centro do meu peito,e eu só conseguia pensar em como ele faria parar o meu coração.
Rasgaria meu peito com os dedos?
"Não,eu não quero mais nada disso!",respondi ansiosa.
"Eu posso pôr um fim nisso..."
Ele aproximara o belo rosto frio ao meu e por entre seus lábios eu vi...Os dentes,as pontas.Presas!Como um animal.Como uma besta humana.Como um vampiro.
"Um vampiro...",o pensamento latejava em minha mente.
"Mas,menina...Com uma condição...",sua voz parecia distante,quase inaudível,pois estava hipnotizada pelas presas.Toquei seus lábios para me certificar de que aquele acontecimento não era um sonho.Os lábios sinistramente sem vida arrepiaram até a espinha.Estava com o corpo junto ao dele,mas meu corpo acostumara com a temperatura...Ou a falta dela.
Meu interesse por sua "proposta" tirava minha atenção de qualquer outra coisa."Drenaria meu sangue?",sonhava...
"Quero ser eterno.."
"Eterno?",repeti em pensamento."Mas você já não é eterno?"
Apertou minha cintura,chamando minha atenção para seus olhos.
"Quero ser amado..."
O rosto do meu lobo-humano ocupou todo o espaço mental,e engoli em seco.Por que não era ele o homem que me pedia isso?Não consegui olhar nos olhos do vampiro.
"Quero ser...Humano!",falara no meu ouvido.
"Como eu faria isso?"
"Você é esperta,inteligente,por isso te escolhi!Você vai descobrir".
"Mas eu não..."
"EU CONFIO EM VOCÊ..."
Silêncio.Agora eu só ouvia o som das ondas.
"Tudo isso em troca da morte?"
"Tudo isso é só para te dar uma segunda chance..."
"Chance?",pensei..."Que chance tenho quando está tudo perdido?"
Ele segurou meu queixo,para que eu o olhasse nos olhos...Nos olhos vermelhos.
A última coisa que vi antes de fechar os olhos foram seus olhos vermelhos.
"Pule a janela
Invada meus lençóis
Tira-me de meus sonhos..."
Hoje eu estou aqui,escondida no banheiro desse bar,fugindo do meu lobo-humano.
Hoje eu entendi o que o "vampiro-da-guarda" quis dizer com oportunidade,chance...
E hoje eu descobri um único jeito de recompensá-lo.
O único jeito de torná-lo eterno.
O único jeito de fazê-lo ser amado.
O único jeito de fazê-lo ser humano...
A troca será feita,e que assim seja."
ONDE EU FUI PARAR...RSRS
GENTE,ESSE CONTO,QUE DAQUI A POUCO VAI VIRAR UM LIVRO,PELO DESENROLAR,COMEÇOU COM UM POEMA,O ECLIPSE,NUMA MADRUGADA EM QUE EU NÃO CONSEGUIA DORMIR,E AS PALAVRAS VINHAM NA MINHA MENTE COM UMA FACILIDADE ÍMPAR...SE EU QUISER FAZER UM POEMA COMO AQUELE,ACHO QUE NÃO VOU CONSEGUIR...
A VAMPIRA DO CONTO SOU EU,CLARO...(E EU IA PERDER A OPORTUNIDADE DE ME DAR BEM,MESMO QUE SEJA DE MENTIRINHA?NEM FODENDO...)
O LOBO-HUMANO(ACHO MELHOR ESCREVER E FALAR ASSIM DO QUE LOBISOMEM...NUNCA GOSTEI DESSA PALAVRA...)É UM SER HUMANO LINDO,QUE EXISTE,MAS ACHO QUE NEM LEMBRA DA MINHA EXISTÊNCIA...É MEU MUSO INSPIRADOR!
E O VAMPIRO,ESSE QUE APARECEU NA PRAIA,RSRS...É ALGUÉM QUE DE FATO NÃO EXISTE,NÃO É SER HUMANO...MAS,VOCÊS VÃO CONHECÊ-LO,ISSO EU GARANTO...POR ISSO É BOM ANOTAR AÍ ESSE PEDAÇO DO CONTO...PRINCIPALMENTE POR CAUSA DESSE VAMPIRO...DIGAMOS QUE ELE FAÇA PARTE DE MIM,MAS NÃO SOU EU...ELE SERÁ AMADO,MAS NÃO POR MIM...ELE SERÁ ETERNO,DE UMA MANEIRA SUTIL,MAS SERÁ...E SERÁ HUMANO...JURO QUE VOU TENTAR!
ELE EXISTIA ANTES DO CONTO,E ENTROU AQUI PORQUE ME VEIO A INSPIRAÇÃO...ELE EXISTIA,EXISTE,E EXISTIRÁ...SEMPRE!FIQUEM ATENTOS...

SEI LÁ EU...



Por que que quando você diz que está fazendo terapia,ou que está em tratamento psiquiátrico,psicoterapêutico,as pessoas já te olham como se você fosse louco?
Sim,talvez até seja,por gastar grana com isso...Porque é dinheiro viu...
Mas,talvez não seja louco,a gente quer apenas nos pesquisar,nos educar,nos entender,nos conhecer,e qual é o problema nisso?
Talvez o louco seria aquele que nunca se olhou de forma profunda...Mas,ele se acha uma pessoa normal...
Sabe?Hoje(15/11) eu estava pensando nesse processo aí...
Da ignorância,ao conhecimento...Da ausência à presença...Da estupidez à sabedoria...
Do nada ao tudo...Da falta à abundância...Da pobreza à riqueza...Do ódio ao amor...Do medo à coragem...
Se você parar pra pensar sobre você e as outras pessoas...Todo mundo é louco,todos precisam de tratamento...
(Na verdade eu tinha um foco do assunto,mas perdi assistindo Michael Jackson...Rsrs)
Sei lá,o que me levou a olhar pra mim,e buscar me conhecer,me entender,desvendar "mistérios" sobre eu mesma,foi o fato de ter ficado doente mesmo...
Se isso não tivesse acontecido,acho que até hoje eu estaria vivendo por viver...
Viver por viver,pra mim,é fazer,fazer,fazer...Sem sentido,sem saber mesmo o porquê...Sem planos,sem anseios...
(Que cheiro bom de churrasco,Jesus!!)
É trabalhar por trabalhar,é conversar por conversar...Se arrumar por se arrumar...Ficar por ficar...Comer por comer...
Num repente,"toda" a sua vida vai por água abaixo...Aparece nessa hora,planos que você achou que não tinha...
Tipo:"Porra,se eu não estivesse assim,eu faria tal coisa,eu ia na casa de fulano,eu diria pra cicrano aquilo lá..."
É como se isso fosse um "toque" da vida,de que nada é para sempre...Nada em todos os aspectos...Nada de todas as formas...
Então,a vida te dá uma "sacudida",no sentido de te fazer despertar pro momento presente,viver o que é pra se viver no agora,e esquecer o resto...
Confiar mais,temer menos...
Mudar aquilo que não está bom,e me refiro à reformas internas...
"É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã...PORQUE SE VOCÊ PARAR PRA PENSAR,NA VERDADE NÃO HÁ!"
E há?Não,ninguém pode garantir o amanhã...Até fazemos planos tipo:"Amanhã,depois que sair de casa,vou fazer tal coisa,passar em tal lugar..."
E de repente,você nem acorda...De repente acorda,e não enxerga...De repente acorda,e não consegue mover as pernas...
De repente atravessa aquela mesma avenida de todo santo dia,e não consegue terminar de atravessá-la...
Que garantia temos do amanhã?Nada,nenhuma...
Que garantia temos do daqui à pouco?Também nenhuma...
Às vezes não é nem um "pepino" conosco,mas com alguém que amamos,com alguém da família...
E aí toda a sua "agenda" vai por água abaixo...E mais,toda sua pôse,todo o seu orgulho vai embora pelo ralo...
E você só consegue ser o que você é mesmo...
Eu não quero ter mais que sofrer pra aprender o que eu ainda não sei...Me recuso...
Por mim,aprenderia tudo facinho,facinho...
Eu sei que muitas coisas,até algumas que eu considero complicadas,são fáceis...E existem as outras mais complexas,digamos...
Rsrs...Hoje eu dou risada de muitas coisas que demorei anos pra tentar entender,e num minuto,num momentinho qualquer,eu entendi!
Ainda vejo pessoas muito distantes de sua verdade,e isso ainda me dói...
Pessoas como eu,"caminhantes",que se encontram num processo evolutivo...
Ficam batendo a cabeça na parede,e há uma porta aberta bem ao lado delas...E não enxergamos a porra da porta,por mais arreganhada que esteja...
Tem que ser humilde demais pra enxergar portas e janelas abertas...Enquanto estamos no nosso orgulho,defendendo um "eu" imaginário,fantasioso,bateremos a cabeça na parede,até ela cair,e se perder...Usei metáfora,mas não é assim?
Tem gente que teima em perguntar:"Por que só atraio coisas ruins?Por que atraio tanta encrenca?Por que tudo o que é negativo acontece comigo?
E em nenhum momento se pergunta:"De que forma estou cooperando para meu regresso?O que tenho feito na minha vida,para atrair esse tipo de situação?"
Na preguiça,mimo,irresponsabilidade,ou qualquer coisa parecida,prefere responsabilizar as outras pessoas por seus infortúnios...
É mais fácil?Noooooooo,é mais demorado...O processo de seu progresso fica mais demorado,à medida que você não se confronta...
É facil se colocar como responsável quando uma coisa vai que vai bem na sua vida né?Pois é,mas o ruim também é responsabilidade sua...
Ah gente,vâmu fazê o quê se tudo o que aprendemos,ou quase tudo foi errado?Olha a repercussão aí,nas nossas vidas...
Nós todos,que vivemos agora no século 21,temos a sorte de tanta boa informação à nosso respeito...
Pra onde você vai,sempre rola o assunto sobre você mesmo...Onde você lê,onde você assiste,e até o que ouve...
Cuidar de você,olhar pra você,amar você,se respeitar,se checar...

domingo, 8 de novembro de 2009

...

Tadinho do meu blog...

Eu o abandonei,porque minha casa está em reforma,e o pc tá desligado!!!

Logo mais posto qualquer coisa!